© 2020 by Serginho Neglia.

criado com Wix.com

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Instagram Icon
  • Serginho Neglia

Se eu não servir de exemplo, que eu sirva de lição


Depois de três meses de campanha, devo confessar, sem hipocrisia e cinismo, que estou cansado da ignorância das pessoas, e não falo das pessoas com pouco esclarecimento e sim daquelas, que possuem discernimento para uma série de coisas e são totalmente alienadas politicamente.


Quanta gente inteligente, diz que anda muito ocupada para falar de política, que precisa trabalhar e estudar e que a vida está corrida e que precisa cuidar da sua vida, pois afinal: “Se eu não cuidar de mim, quem vai cuidar?” Pois é, e eu pergunto: Se todo mundo cuidar só de si, quem cuida de nós e do que é nosso?


Se as pessoas parassem por algumas horinhas, ou uns minutos, pois para muitos não precisa mais do que minutos, para refletir, veriam que vivemos em uma sociedade onde trabalhamos que nem condenados, para ganhar um salário que mal dá para pagar as contas, nos afastamos da família, dos prazeres da vida e sequer temos tempo para pensar que tudo isso acontece por causa de nossa alienação política.


Sim, pois é a nossa alienação política que gera os problemas sociais que temos e que faz com que não consigamos viver com o mínimo de dignidade.


Pesquisas mostram que as famílias brasileiras comprometem boa parte de seus vencimentos com saúde e educação. Opa! Espera aí! Como assim? Pois é, gastamos o dinheiro que suamos para ganhar pagando escola particular para nossos filhos, porque a escola pública está sucateada, pagamos planos de saúde caríssimos, porque a saúde pública não nos atende como necessitamos, e gastamos com vigilância privada, cercas, circuito fechado, porque não temos segurança.


Então veja: Trabalhamos um monte para pagar aquilo que teríamos de receber de graça, pois já pagamos por isso, recolhendo imposto.


Você já imaginou quanto economizaria por mês se não necessitássemos pagar por plano de saúde, escola privada e segurança?


Pois então fica Assim: Trabalhamos muito - Parte do que produzimos é recolhido em impostos para o governo utilizar em serviços como saúde, segurança e educação pública - Políticos, eleitos por nós mesmos, que estamos muito ocupados, administram mal o dinheiro dos impostos e o patrimônio público, que é de todos nós - Ai nós, que estamos muito ocupados, temos que usar boa parte do que sobrou do dinheiro gerado pelo nosso trabalho, para pagar por aquilo, que já pagamos, e que não recebemos, por causa dos políticos ruins, eleitos por nós, que estamos muito ocupados, trabalhando mais e mais, para poder pagar duas vezes por aquilo que não temos – Enquanto isso, os políticos que administram mal aquilo que é nosso, continuam administrando mal, porque nós estamos muito ocupados para fiscalizar aquilo que eles estão fazendo, e como não fiscalizamos, quando temos que escolher os políticos para administrar aquilo que é nosso, estamos muito ocupados para escolher, e cansados de tanto trabalhar que acabamos deixando eles lá mesmo, pois estamos muito ocupados para encontrar outro para botar no lugar deles – Enquanto isso eles continuam lá, fazendo nós estarmos muito ocupados, cuidando de nossas próprias vidas e do pagamento das nossas contas, para dar dinheiro para eles ficarem cuidando mal daquilo que é nosso, enquanto nós estamos muito ocupados trabalhando para eles.


E ainda tem gente se achando inteligente e batendo no peito dizendo que não gosta de política. Ingênuos!


Texto originalmente publicado no Blogue Testemunha Ocular em 13.10.2012

0 visualização