© 2020 by Serginho Neglia.

criado com Wix.com

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Instagram Icon
  • Serginho Neglia

...pra quem tem pensamento forte o IMPOSSÍVEL é só questão de opinião

Durante a última semana os voluntários do Vida Urgente Espírito Santo, utilizaram deste trecho da música “Só os loucos Sabem” do Charlie Brown Jr, na campanha #FicaVidaUrgenteES nas redes sociais.


Quando eles utilizaram isso, acreditavam em uma espécie de “milagre” que fizesse o governo do estado reverter a sua decisão de não renovar o contrato que mantinha, desde 2008, para a manutenção do Programa Vida Urgente em terras capixabas.


O “milagre” não aconteceu, pelo menos como esperavam os voluntários e a equipe do ES. O que eles têm é a “promessa” de que nos próximos três meses equipes do governo e da Fundação estudarão um novo formato que proporcione a continuidade do Vida Urgente Espírito Santo. Enquanto isso a sede será desocupada, os funcionários demitidos e os voluntários desmobilizados, até que os representantes das partes cheguem a um acordo.


Mas não quero usar este espaço para falar desta parte triste, eu quero falar daquilo que vi, como Testemunha Ocular, e parte ativa do verdadeiro “milagre” que aconteceu no Espírito Santo. O “Impossível” já aconteceu!

Em 2007 realizamos o primeiro capacitação de voluntários, era o embrião para aquela que seria a inesquecível experiência em terras capixabas.

Essa foi a primeira turma de voluntários capacitados no Espírito Santo a turma do turno da Manhã Essa galera foi fundamental para essa história maravilhosa. Minha memória não é muito boa, mas acho que consigo identificar a maior parte deles na foto (peço desculpas aos que eu não lembrar) Conto com os voluntários para completar os nomes que faltam, postando comentários Bem a frente Margô Devos - Detran/ES Primeira fila: Esquerda para direita: Maria do Socorro,Sheila, Fábio, Aline, Luciene Becacici (Detran/ES), Diza Gonzaga, Claudinha, Edcarlos, Larissa e Bruno Albuquerque Segunda fila: ?, Dani Nunes, Joice, Saionara, Pascoal, Osvaldino e Tiago Moraes Atrás: ?, Maria Amália, Bento, Jota, Sarah, Paulo, Herivelton, Samir, Fabrício, André, Saulo, Jorginho e Alex

51 voluntários capacitados em duas turmas muito heterogêneas, a diversidade do grupo era impressionante, pois tinha desde o Jota, Saulo, Mayara, Menara, Joice, Naiara, André, que era uma gurizada jovem, muito nova, passando pelo Fabrício, Tiago Moraes, Larissa, Sarah, Samir, Bruno, Fábio, Edcarlos, João Vitor, Patrick, Maria Amália, Claudinha, Bento, até chegar a Marlene e o seu Osvaldino uma pessoa já bem mais madura que tinha 64 anos na época e uma vitalidade de dar inveja.


O Espírito Santo não tinha tradição de trabalho voluntário, principalmente entre os jovens e tudo parecia tão novo para todos. Os motivos que os levavam até o Vida Urgente eram os mais diversos.


Confesso que as expectativas não eram as melhores, e mais de uma pessoa me comentou que acreditava que isso não vingaria no Espírito Santo, que o povo capixaba era diferente do povo do Sul, que não tinham muito esse sentimento social, de voluntariado e etc. Que não acreditariam que o pessoal poderia trabalhar sem ganhar dinheiro em troca, e que esse discurso idealista, sonhador que proferia, parecia algo distante deles.

Essa foi a segunda turma de voluntários capacitados no Espírito Santo, a turma da tarde Continuo contando com o apoio para lembrar os nomes Agachados: Leo, Madalena, Patrick e Ana Luisa Em pé sem órdem: Fabiana, Maiara, Menara, Naiara, Rodrigo, Marlene, Sheila, Rosangela, João Vítor, Hingrid e Mariza

Mas como diz o trecho da música do Charlie Brown Junior muito utilizado durante a campanha do #FicaVidaUrgenteES, titulo desta postagem, digo que "pra quem tem pensamento forte o IMPOSSIVEL é só questão de opinião" e seguimos com toda a fé no trabalho.


Quando retornamos para Porto Alegre, já levava a fé em um grupo de voluntários que se destacavam e que já haviam sido contagiados pelo espírito do Vida Urgente.


Os percalços foram grandes, pois como envolvia o serviço público as coisas não aconteceram inicialmente como esperávamos. Os voluntários realizaram, sozinhos, a primeira ação, que foi uma participação na Mini Maratona Espírito Santo Vida Urgente no final de 2007.


No Rio Grande do Sul, aguardávamos a concretização da parceria, através da formalização do contrato e que levou mais tempo do que o esperado. Isso criou uma dúvida se conseguiríamos mesmo concretizar o nosso desejo.


No dia 08 de Janeiro de 2008 recebemos um telefonema da Luciene Becacici, então presidente do Detran/ES e uma das grandes incentivadoras do projeto, pedindo que fossemos ao Espírito Santo para dar início as ações. Embarcamos 2 dias depois, para Vitória, eu, a Natacha, o Jorginho e a Maitê. O Detran/ES se propôs a colocar uma equipe de apoio, e alguns promotores contratados, para garantir a realização das ações, marcadas para iniciar no dia 12 de janeiro, para o caso dos voluntários não comparecerem.


Tínhamos só um dia e meio para organizar tudo e marcamos uma reunião para a Sexta-feira, 11 de janeiro, um dia antes da ação. Chegamos na quinta-feira a noite e na sexta aguardamos os voluntários.


A expectativa era grande: Será que eles atenderiam nosso chamado, mesmo assim tão em cima do horário? Será que a galera não dispersou após este tempo sem algo concreto? Será que deixaram de acreditar? Tínhamos muita fé, mas também muita expectativa. Na hora marcada a galera começou a chegar e foi uma alegria rever grande parte dos voluntários, que a esta altura já considerávamos amigos, alguns deles traziam colegas e amigos para reforçar o grupo.


No Sábado estávamos todos lá, iniciando nossas atividades na Bacutia em Guarapari, atendendo ao desejo do Thiago em “voltar a Guarapari” e o IMPOSSÍVEL passou a ACONTECER.

Essa é a foto das pessoas que estavam presentes na primeira ação do Salva Vida Urgente Espírito Santo na Bacutia em Guarapari no dia 12 de Janeiro de 2008

Nestes anos que se seguiram, o Vida Urgente Espírito Santo ensinou tanto a todos nós. Fez tanto pela sociedade capixaba. Formou tantas lideranças e foi motivo de imensas alegrias. Eu participei de momentos inesquecíveis no Espírito Santo, e conheci gente tão especial, que em meu coração existe uma verdadeira colônia de amigos capixabas. Minha vida está ligada para sempre a essa experiência maravilhosa e a essa terra abençoada por Deus.


Manifesto aqui minha solidariedade aqueles que fizeram o Impossível acontecer, e peço que se mantenham mobilizados, a sociedade precisa da energia de vocês, e só a juventude pode fazer as mudanças que precisamos, são as mentes juvenis e revolucionárias que empurram a sociedade para o futuro.

Gosto muito desta foto dos voluntários na Bacutia em Guarapari - 12/01/2008

Existem tantas causas a serem defendidas: A busca por uma educação libertadora e de qualidade, a questão ambiental e a preservação da Vida em toda a sua plenitude, que não vai ser uma questão burocrática ou de interesse político que vai calar a voz de uma galera tão especial como vocês, que foram capazes de acreditar no sonho e torná-lo realidade. Esse período da história capixaba jamais será esquecido e todos sempre lembrarão de vocês.


De minha parte eu gostaria de retribuir tudo que vivi aí com um trecho de uma música que recebi do Jota, quando fui ao Espírito Santo, pela última vez, quando parti para outras caminhadas. “Só enquanto eu respirar, Vou lembrar de vocês, só enquanto eu respirar”

O ANJO MAIS VELHO

O Teatro Mágico

"O dia mente a cor da noite E o diamante a cor dos olhos Os olhos mentem dia e noite a dor da gente"

Enquanto houver você do outro lado Aqui do outro eu consigo me orientar A cena repete a cena se inverte Enchendo a minh'alma d'aquilo que outrora eu

deixei de acreditar

Tua palavra, tua história Tua verdade fazendo escola E tua ausência fazendo silêncio em todo lugar

Metade de mim Agora é assim De um lado a poesia, o verbo, a saudade Do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim E o fim é belo incerto... depende de como você vê O novo, o credo, a fé que você deposita em você e só

Só enquanto eu respirar Vou me lembrar de você Só enquanto eu respirar


Nesta foto a primeira equipe a fazer a esquete: Jota - Fabrício (baiano) - Larissa e Edilaine (Dih) 12.01.2008
Essa é uma das minhas fotos preferidas, além do simbologismo que ela têm, estão nela o Fabrício (Baiano) e a Edilaine (Dih) pessoas que foram muito importantes para o Vida Urgente Espírito Santo
A primeira ação dos voluntários do Vida Urgente Espírito Santo: Mini Maratona Espírito Santo Vida Urgente. Como esquecer essa galera?
A esses três dedico uma lembrança especial: Natacha, Jorginho e Maitê. Embarcaram comigo para o Espírito Santo e permaneceram por 2 meses junto com os voluntários participando das ações. A Natacha ainda morou por um tempo em Vitória até o Vida Urgente Espírito Santo se solidificar. Com certeza eles deixaram importantes lembranças nos voluntários capixabas.
A primeira vez a gente nunca esquece: Nossa estréia no Sambão do povo. Foi um momento muito especial para todos os que lá estavam. 25.01.2008
Os meus irmãos da Chimarruts fizeram um show inesquecível na inauguração do Espaço Vida Urgente Espírito Santo. Eles interromperam uma turnê por São Paulo e Minas Gerais e foram até Vitória voluntariamente para abrilhantar o evento. Foi o primeiro show que eles fizeram em terras capixabas. 20.05.2008
Chimarruts e os voluntários do Vida Urgente Espírito Santo após o show realizado na inauguração do Espaço Vida Urgente. Momento Inesquecível - 20.05.2008
Estréia do espetáculo "Exército de Sonhos" no dia 21 de maio de 2008. No elenco Valéria, Eric, Edilaine e Vinicius. Eles fizeram história no Vida Urgente Espírito Santo e a Valéria veio a se tornar a produtora do Vida Urgente no Palco.
Nesta foto algumas pessoas que também foram importantes na história do Vida Urgente Espírito Santo: Thiago, Rosane, Amada e Luciene Becacici
Natacha, Jota e Saulo. O que dizer destes três? Em meu coração reservo um lugar todo especial para eles. Essa foto representa a alegria com que eles sempre se dedicaram ao Vida Urgente Espírito Santo e foi com essa verdade que eles contagiaram centenas de jovens. Saudades!
A turma desta foto tem história: Eduardo, Claudinha, André, Fabrício, Daniel, Luciene, Amada e Ana Ao Daniel dedico um registro especial, pois o levei no lançamento do Vida Urgente em 20.05.1996, enquanto ainda se recuperava de um acidente de trânsito onde morreram dois de seus amigos. Desde lá o Daniel sempre participou do Vida Urgente, cumprindo uma série de tarefas, tanto como voluntário, dirigente, ou como membro da equipe, mas sem dúvida nenhuma a maior tarefa que lhe foi confiada, foi a de deixar a nossa Porto Alegre e se mudar, com sua companheira, Ana, para Vitória e coordenar o Vida Urgente Espírito Santo. Daniel se transformou em um verdadeiro gauchaba, para cumprir essa tarefa que lhe foi confiada. São pessoas capazes de gestos como este que fazem do Vida Urgente um programa de sucesso.
Vocês podem acreditar que nós comemos um churrasco assado pelo Jorginho? Pois foi no dia 17 de Janeiro de 2008 na churrasqueira do prédio do Tiago Moraes Na foto: Maitê, Amada, Claudinha e Natacha. O Jorginho é o gaiato ali atrás.
As "vítimas" do Jorginho são estes aí da foto Queridos amigos, não tenho como esquecer os momentos que passamos juntos
Momento importante: Após o primeiro final de semana em Guarapari, ficamos confiantes e marcamos as ações do próximo final de semana em Vitória e dissemos para o Detran que faríamos só com os voluntários. Pois neste dia fizemos o Salva Vida Urgente com mais de 50 voluntários. Foi uma grande demonstração de força e união - 19.01.2008
Dia em que recebemos as chaves do prédio onde seria instalado o Espaço Vida Urgente Espírito Santo - 03.04.2008 Neste dia convidamos os voluntários para irem conosco visitar o lugar pela primeira vez Durante 3 anos este foi o lar do Vida Urgente Espírito Santo São tantas as recordações deste lugar mágico. Vai deixar saudades!
Gravação para o comercial do Vida Urgente Espírito Santo Dia 22 de maio de 2008, dois dias após a inauguração de nossa sede Nossa galera estava muito feliz neste dia.

Texto originalmente publicado no Blogue Testemunha Ocular em 23.04.2011

4 visualizações