© 2020 by Serginho Neglia.

criado com Wix.com

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Instagram Icon
  • Serginho Neglia

Na próxima eleição não esqueça de escolher seu fake preferido

Esse texto é uma adaptação de um escrito há algum tempo, motivado por um comentário feito sobre o caso que envolveu a troca de Tweets entre o deputado Beto Albuquerque e o personagem Dilma Bolada, e também uma continuação de outras opiniões semelhantes que já expressei.


O cara fazia uma cobrança tipo: “Onde está a assessoria que o deixou fazer isso?” Essa declaração revelou um comportamento muito comum, inclusive uma expectativa, que as pessoas têm em relação aos políticos e as “personalidades” em geral. Hoje, tudo é friamente calculado: O que dizem, como se vestem, cada passo, cada movimento é analisado e orientado por uma “assessoria”, por um “marqueteiro”, as propostas são baseadas em pesquisas e o que dizer e o que não dizer é previamente acertado com a “assessoria”, aí quando o cara diz alguma coisa que ele pensa, as pessoas ficam horrorizadas.

Esse é o vídeo satiriza as propagandas eleitorais, com a brilhante interpretação dos talentosos Eduardo Mendonça e Thiago Prade


Eu sou do tempo que as pessoas diziam o que pensavam, principalmente na política, pois tive a honra de conhecer e conviver com Leonel Brizola. O “velho Briza” dispensava todas essas firulas, o negócio dele era soltar o verbo, mandando porrada no sistema, na Rede Globo e em tudo aquilo que ele considerava errado, tanto que em breve estará sendo publicado um livro com suas frases polêmicas. Os programas do PDT abriam com uma bandeira do Brasil que transitava para a do PDT e surgia ele mandando bala. Brizola tinha o dom da palavra.


Quando rolou o “barraco” entre o Deputado Beto e a Dilma Bolada, eu avaliei como positivo, pois passado o susto, tive a certeza que trabalhava com um político de carne e osso, que desce do salto, que não tem medo de se expor e dizer o que pensa. Estou farto de “marionetes de marqueteiros”! Estou cansado de políticos “Fake” fabricados nas pranchetas de publicitários! Gente que não entende nada de política, mas que diz o que o povo quer ouvir, friamente orientados pelos profissionais da publicidade. Já publiquei aqui os milhões gastos com esses profissionais e não me admira que as campanhas custem verdadeiras fortunas e que sejamos facilmente ludibriados por esses “políticos Fakes”.


Na semana que passou assisti um quadro na TV que fazia uma paródia dos programas eleitorais e achei excelente, muito bom mesmo! Descobri hoje, que ele pode ser uma “cópia” ou “expirado” em um vídeo feito aqui no sul, estrelado por meus queridos amigos Eduardo Mendonça e Thiago Prade. Porém, o que importa é que eles retratam um padrão de comportamento, um modelo, que por incrível que pareça, é vendido a preço de ouro para os políticos como algo criativo e inovador, e todos os anos vemos “variações do mesmo tema” se revezarem nos programas eleitorais.


Este ano, após a copa, começa o processo eleitoral, e você está preparado para escolher o seu fake nas próximas eleições? 


Aqui o Atalho para o vídeo do TV na TV

http://globotv.globo.com/rede-globo/ta-no-ar-a-tv-na-tv/t/zapeadas/v/propaganda-eleitoral-gratuita-um-jingle-que-so-fala-a-verdade/3303632/ Artigo Relacionado: Leia também a postagem que fiz em 2013 bit.ly/3dmDqwl

Texto originalmente publicado no Blogue Testemunha Ocular em 29.04.2014

0 visualização