© 2020 by Serginho Neglia.

criado com Wix.com

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Instagram Icon
  • Serginho Neglia

DILMA – Primeira Mulher Presidente do Brasil - Inacreditável

Após a homenagem ao inesquecível Leonel Brizola, vou dedicar um capítulo especial deste espaço a uma pessoa que conheci na militância política, e que nunca imaginei que pudesse ocupar o lugar que ocupa hoje. Para dizer a verdade, tenho certeza que nem ela mesma esperava que isso acontecesse.

Estou falando da “Primeira Mulher Presidente do Brasil”, DILMA ROUSSEFF.

Primeira foto de Lula e Dilma - Porto Alegre - 22.01.1998 Na Foto: Lula, Wilson Müller e Dilma Rousseff Em 1998 Lula foi candidato a Presidência em uma coligação que incluia o inesquecível Leonel Brizola como candidato a Vice-Presidente. Neste dia aconteceu um almoço com Lula e as lideranças dos partidos de oposição (PT, PDT, PSB, PCdoB) no Galpão Crioulo do Parque da Harmonia em Porto Alegre. Dilma compareceu como liderança do PDT. Registrei o momento em que Lula a cumprimentava. Nenhum de nós poderia imaginar que estávamos diante do Primeiro Operário Presidente do Brasil (Lula perdeu a eleição neste ano, só vindo a ser eleito 4 anos depois, em sua 4ª tentativa de chegar a presidência) e sua sucessora a Primeira Mulher Presidente do Brasil (Que concorreu pela primeira vez em uma eleição)

Como militante da Juventude Socialista do PDT, fui ligado ao chamado “grupo do Araújo” cuja liderança era exercida pelo reconhecido Advogado Trabalhista e ex-Deputado, Carlos Araújo.


Carlos Araújo foi uma das grandes lideranças da vertente mais socialista do PDT, principalmente na década de 90, após a crise do PDT em 1986 e a morte de Valneri Antunes (1986) e Glênio Peres (1988). Ligadas a ele estavam muitas das lideranças juvenis e sindicais do PDT. (Poderá haver pequenas imprecisões em minhas colocações, pois não sou o mais profundo conhecedor da história do PDT, até porque militei em outra organização (MR8) antes de ingressar no PDT)


Araújo foi casado por mais de 30 anos com Dilma Rousseff e foi nesta militância que a conheci. Pude participar de algumas reuniões matinais (eram bem cedo da manhã) na casa do Araújo, participei ativamente de sua campanha a Prefeitura de Porto Alegre em 1992 e fui companheiro de militância na JS/PDT, de sua filha Paula.


Dilma era um dos quadros mais qualificados do PDT, que não possuía muitos do nível dela, pois sempre foi um partido de massas e não de quadros como outros partidos de esquerda, como o PT, PCB, PC do B e etc.


Embora ativa nos bastidores, era muito discreta publicamente, por isso, agora que foi eleita a “Primeira mulher Presidente do Brasil”, as imagens que registrei de sua militância, se revestem de uma importância histórica, pois os fotógrafos dos veículos que cobriam a política na época, por lógica, voltavam suas lentes para as figuras mais visíveis do partido, e a não ser nas atividades oficiais, como ocupante de funções públicas, raramente registravam aquela militante que pouco ocupava os palanques e as mesas oficiais.

Ato Publico na Esquina Democrática - Porto Alegre - 23.08.1995 Dilma Rousseff aparece nesta foto, junto a outros milhares de militantes que asssitiam lideranças políticas em ato público. Nenhuma destas pessoas imaginava o papel histórico que ela teria em nosso país. Conseguiu localizar? Dica: Ela está de óculos, mais ao fundo após a bandeira do PC do B
Ato Publico na Esquina Democrática - Porto Alegre - 23.08.1995 Enquanto Dilma se misturava a outras lideranças políticas e a população, no palanque Leonel Brizola usava a palavra, tendo o presidente Lula ao lado e outras lideranças (Tarso Genro, Heron de Oliveira, Pompeo de Mattos, Barbosinha, Milton Zuanazzi, Sereno Chaise, Raul Pont, Olívio Dutra e o então presidente da UNE e atual Ministro do Esporte Orlando Silva)

Fui signatário do manifesto em apoio ao candidato Tarso Genro em 2000, movimento que tinha a frente Sereno Chaise, Marcos Klasmann, Milton Zuanazzi e Dilma Rousseff, também os acompanhando, deixei o PDT em 2001, embora não os tenha seguido na filiação ao PT (Abandonei a militância partidária me dedicando ao trabalho social no Terceiro Setor) e fui Testemunha Ocular de muitos momentos da recém eleita Presidente do Brasil.


Vou dedicar alguns posts para dividir imagens e histórias registradas pela lente de minha câmera fotográfica.


Espero que gostem!


Texto originalmente publicado no Blogue Testemunha Ocular em 12.11.2010

0 visualização