© 2020 by Serginho Neglia.

criado com Wix.com

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Instagram Icon
  • Serginho Neglia

Cassação Deputado Natan Donadon: Quem é culpado?

“Qualquer que seja a frase bonita que o ilusionista venha a falar, É uma rede na beira do abismo pra quem não tem onde se segurar.”

Aceitei a provocação de um amigo, que comentou uma postagem minha no Twitter, sobre o caso da não cassação do Deputado Natan Donadon, então achei que deveria fazer um post sobre minha opinião.


A frase acima é uma das minhas preferidas, e faz parte da letra da música MEDO, da Banda Mercado Público (Quem quiser curte a música aí, que vale muito a pena,  http://letras.mus.br/mercado-publico/1970935/ ) acredito que ela sirva para ilustrar minha opinião sobre esse assunto.


Na noite de ontem o Congresso Nacional cometeu mais um de seus “Crimes”: Não cassou o Deputado Donadon (O deputado está preso em Brasília desde 8 de junho, dia em que foi condenado em última instância pelo STF, a 13 anos de prisão, pelo desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia de Rondônia, quando era diretor financeiro da instituição).


O O resultado da votação foi o seguinte: 233 votos a favor, 131 contra e 41 abstenções. Mesmo que a maioria tenha votado a favor, para a cassação do mandato eram necessários 257 votos. Portanto faltaram exatos 24 votos para cassar o mandato do Deputado Donadon (PMDB-RO).

Ontem mesmo, aqui no RS, alguns jornalistas, entre eles o Eduardo Matos da Rádio Gaúcha, começaram a criticar os 14 Deputados gaúchos que não estavam presentes na câmara no momento da votação, chegando a uma patética cena (Minha opinião) do início do Programa atualidade de hoje ser uma chamada onde iam sendo proferidos os nomes de cada deputado gaúcho, e a Rosane Oliveira respondia presente, em nome de quem estava lá, e a Carolina Bahia, ausente, para quem não estava. Em resumo, a imprensa, mais uma vez, tenta induzir a opinião pública a encontrar culpados para o que aconteceu ontem a noite na Câmara. Como o voto é secreto, e não se sabe quem votou em quem, a única forma de dar “nome aos bois” era de quem não compareceu, o que, em minha opinião, é Ridículo! Explico por que:


- 131 Deputados votaram contra a cassação, o que é um VERDADEIRO absurdo! Como alguém pode votar a favor de um Deputado condenado, em última instância, por desvio de dinheiro público?


- 41 Deputados votaram abstenção, que quer dizer: Fugiram da raia, estavam presentes, mas optaram por não votar nem a favor e nem contra.


- Portanto, são 172 deputados que estavam presentes e que não forneceram os 24 votos que faltaram. Isso sim é uma sacanagem! Porém, eles estão escondidos pelo voto secreto, portanto, podem ser qualquer um dos deputados presentes, mesmo aqueles que disseram que votaram contra. Não há como saber, sem quebrar o sigilo da votação, quem realmente votou a favor da cassação ou não! Esse é o verdadeiro problema, e não os ausentes, pois não temos como saber se quem não compareceu votaria a favor da cassação. Mesmo os que dizem, hoje, que votariam pela cassação, poderiam não votar e ninguém saberia. (Para esse problema ser resolvido, só o fim do voto secreto na Câmara dos Deputados, proposta defendida pelo PSB).


A imprensa adora criar factoides, e este é mais um. Como eles não podem colocar a lista dos que votaram contra a cassação e dos que se abstiveram, pois, não sabem quem é quem, e assim não teriam quem colocar no “paredão” para serem apedrejados pela população, resolveram o problema jogando os deputados ausentes “aos Leões” e assim alimentam suas polêmicas e ocupam suas páginas.


Como culpar quem não estava presente pelo crime cometido por aqueles que estavam presentes?


Vou trazer o exemplo para o futebol (isso acontece com muita frequência): O time joga, perde o jogo, e colocam a culpa na derrota em um jogador que não estava em campo, dizendo coisas do tipo: Se fulano estivesse jogando, o resultado seria outro! Costumam dizer “os entendidos” quando algum jogador importante não jogou, por lesão, por suspensão ou etc.. Agora eu pergunto: Quem disse que se fulano estivesse em campo, o resultado seria outro? Como podemos afirmar isso?


No caso do Deputado é a mesma coisa. NINGUÉM pode afirmar que a presença dos deputados ausentes mudaria o resultado. A MUDANÇA de postura dos PRESENTES sim!

Mais uma vez, o que não me admira, pois já vi isso acontecer muitas vezes, a imprensa induz a população, sedenta por “sangue” (com razão, na minha humilde opinião) a se voltar contra quem ELA QUER atingir e não a QUEM DEVE ser atingido. E por isso, “Qualquer que seja a frase bonita que o ilusionista venha a falar, É uma rede na beira do abismo pra quem não tem onde se segurar.”

PS: Por traz de tudo isso há uma manobra política entre os principais partidos (que não incluí o PSB) para evitar a cassação dos Deputados condenados no caso do Mensalão, mas isto é assunto para outro post.


Texto originalmente publicado no Blogue Testemunha Ocular em 29.08.2013

2 visualizações